Curta a Páscoa com as crianças e sem chocolates | Dicas da nutri Bruna Messer

Neste domingo celebra-se a Páscoa e, quando pensamos na data, logo imaginamos o quê? Isso mesmo: cho-co-la-te! Apesar de deliciosa, a iguaria não é indicada para crianças menores. O chocolate ao leite, por exemplo, tipo mais comum consumido entre os pequenos, contém altas doses de açúcar. Para se ter uma noção, em cada 100g de chocolate, 48g são… açúcar!

Segundo o Guia Alimentar Para Crianças Brasileiras Menores de 2 Anos, publicado em 2019 pelo Ministério da Saúde, crianças de até dois anos não devem consumir nenhum tipo de açúcar, a não ser em frutas e carboidratos. Então, como ajustar os costumes de datas comemorativas às necessidades infantis?

Nossa entrevistada de hoje, a nutricionista infantil Bruna Messer, explica sobre os perigos do açúcar para crianças e ensina como podemos adequar nossos cardápios para toda a família em datas especiais. Além disso, ela traz duas opções de receitas doces saudáveis para curtir a data. Confira!

Quais os malefícios do açúcar para crianças pequenas?


O consumo precoce de açúcar, ou de produtos industrializados que contêm muito dessa substância, está relacionado a um risco maior de desenvolver diabetes, obesidade, hipercolesterolemia e hipertensão arterial, tanto na infância quanto na vida adulta. Nesse início de vida, até os primeiros 2 anos, a criança está conhecendo os alimentos e formando o paladar, logo é o momento ideal para oferecer alimentos saudáveis e não industrializados e cheios de açúcar. O contato precoce com essa substância faz com que o paladar da criança fique viciado no sabor doce, o que dificulta na aceitação de alimentos saudáveis. Os hábitos formados aqui seguirão por toda a vida. Por isso é importante que eles sejam os melhores possíveis.

E depois dessa fase (2 anos), as crianças podem consumir açúcar livremente?


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a American Heart Association, as crianças entre 2 e 18 anos “poderiam” ingerir até 25 gramas por dia (6 colheres de chá). Só para ter uma noção, uma simples caixinha de um famoso achocolatado de canudinho já possui 25g de açúcar. Nos Estados Unidos, a média de consumo de açúcar diário das crianças é de 80 gramas, mais do que três vezes o valor indicado. No Brasil, não existe ainda um estudo indicativo, mas estima-se o mesmo.

Costumo dizer para as mães e pais que não existe uma porteira no aniversário de 2 anos que abre e fecha dizendo “até ontem não podia e amanhã pode à vontade”. A partir dessa idade, você não precisa proibir, mas também não precisa correr para oferecer. Quanto mais a família adiar o contato da criança com doces, melhor para a saúde dela. A verdade é que o doce é uma necessidade do adulto. A criança que nunca provou não possui o paladar doce e se contenta com frutas azedas, bolinhos adoçados com banana, passas ou tâmaras.

Qual a forma indicada para que crianças consumam açúcar?


Ninguém precisa de açúcar puro, do tipo refinado, na alimentação, pois trata-se de um componente que traz calorias/energia vazias, ou seja, sem nutrientes. Pode ser inserido, como exceção, dentro de uma alimentação saudável e balanceada. Tudo fica muito mais fácil quando a família já tem bons hábitos alimentares, com uma rotina que inclui comida de verdade e não industrializadas. O ideal é sempre optar por alimentos caseiros e chamar a criança para participar do preparo. Por isso, esse é um papel dos pais. A criança ainda não é capaz de fazer suas próprias escolhas em prol da saúde, então o exemplo é fundamental.

Como a família pode se ajustar para datas comemorativas, principalmente agora, na Páscoa? Como não recorrer aos deliciosos ovos de chocolate, bombons e afins?


Na verdade, é o adulto que tem a necessidade de presentear com doces. A dica é tentar demonstrar o carinho de outras formas. Crianças adoram brincadeiras, bonecos, caça ao tesouro e, o mais importante, a nossa atenção! É importante frisar que antes de 2 anos o consumo de açúcar continua sendo proibido, mas a partir de 1 ano já entram receitas sem açúcar com cacau, banana, aveia, passas, tâmaras… Para crianças maiores, não proíba, mas dê limites e converse.

É uma data importante e merece ser exceção. Cuidem da rotina da família para que possam existir exceções. Mas também não precisa exagerar na quantidade, né? Se não, a criança ganha tanto ovo que dura o ano inteiro (risos)! Vale também, em vez de comprar doces e/ou chocolates industrializados, procurar opções mais caseiras, preparar receitas em casa, se preocupar com ingredientes mais saudáveis.

Se quiser saber mais sobre nutrição infantil, siga a Bruna Messer no Instagram! Lá tem informação de qualidade, dicas e receitas incríveis. Inclusive, para que todo mundo possa comemorar em família, a nutri destaca duas receitas saudáveis, saborosas e fáceis de fazer usando o cacau. Essas são ótimas opções para substituir o chocolate na Páscoa. Que tal se inspirar e ir pra cozinha neste sábado?

Brigadeiro de cacau com banana



Ingredientes:
  • 5 bananas bem maduras amassadas
  • 5 col. de sopa de cacau em pó 100%
  • 5 col. de sopa de água para dar o ponto

Modo de preparo: Misture a banana em uma panela em fogo baixo. Vá adicionando os outros ingredientes até ficar encorpado, tipo brigadeiro. Depois de esfriar é só enrolar. Pode usar cacau, coco ralado, farinha de amêndoas ou farinha castanha caju para enrolar.

Brownie de chocolate com aveia (para crianças a partir de 2 anos)



Ingredientes:
  • 1 xíc. de chocolate 70% cacau picado
  • ½ xíc. de óleo de côco ou manteiga
  • 3 ovos
  • 1 colher chá de extrato de baunilha natural (sem corante)
  • ½ xíc. de açúcar demerara pulverizado (batido no liquidificador ou mixer até virar um pó fino)
  • 1 xíc. de açúcar mascavo
  • ½ xíc. de farinha de aveia (triturar a aveia)
  • Nozes picadas (opcional)

Modo de preparo: Derreta o chocolate picado com o óleo ou manteiga em banho maria e espere esfriar.  Bata com um fouet os ovos, açúcar e extrato de baunilha. Adicione o chocolate derretido e misture bem.  Misture a farinha e, por último, as nozes (se desejar).  Coloque em um tabuleiro untado com óleo de coco e leve ao forno pré aquecido a 180° por +ou- 35 a 45 min. O palito deve sair úmido. Remova do tabuleiro logo que tirar do forno e passe para outra travessa (o brownie continua cozinhando por dentro!). Agora é só aproveitar! 🙂
Se gostou deste conteúdo e conhece mais alguém que possa curtir, compartilhe! 🙂 Não esqueça de seguir a Beep Saúde no InstagramFacebook e Twitter. Ah! E se quiser entrar na #OndaVerde, estamos com várias vagas abertas.