O HPV é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST), sendo uma das principais causas do câncer do colo do útero. No artigo abaixo, você entenderá mais sobre o que é a vacina HPV: qual doença ela previne, quando tomar, quantas doses são recomendadas, quais são as reações e muito mais. Confira!

Para que serve a vacina HPV?


A vacina HPV é a maneira mais eficaz de prevenção contra o vírus papilomavírus humano (HPV), protegendo o indivíduo contra verrugas genitais e até contra câncer do colo do útero, por exemplo. É uma das únicas vacinas existentes contra esse tipo de câncer.
uma mão com luva verde segurando um frasco com uma etiqueta escrito vacina hpv.


Como é feita a vacina HPV?


É feita de proteínas L1 do papilomavírus humano dos tipos 6,11,16 e 18. Portanto, é uma vacina de componentes inativados, ou seja, não ocasiona doença e gera somente a produção de anticorpos. Sua aplicação é feita por via intramuscular.

O que é a doença HPV?


O papilomavírus humano, conhecido como HPV, é um vírus capaz de infectar a pele e/ou as mucosas (oral, genital ou anal), além de ser uma das principais Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Essa infecção se manifesta a partir do aparecimento de verrugas genitais e, dependendo do tipo de vírus, pode causar câncer.
É um vírus muito prevalente em adultos e pode estar presente na pele, mesmo em pessoas sem sintomas aparentes (na maioria dos casos). Mesmo com a pele íntegra e com o portador sem verrugas aparentes, a transmissão é por contato de pele e mucosas.
As verrugas são causadas por vários tipos de HPV, dentre eles o 6 e o 11, que estão presentes na vacina. O câncer do colo do útero e o de pênis, por exemplo, ocorrem a partir de outros  tipos do papilomavírus humano, como o 16 e o 18, que também estão na vacina.
A Beep Saúde preparou um conteúdo completo com todas as informações sobre HPV que você precisa saber.

Quem deve tomar a vacina contra o HPV?


As Sociedades Brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) recomendam a vacina HPV para indivíduos do sexo feminino com idade entre 9 e 45 anos e do sexo masculino com idade entre 9 e 26 anos.
Além disso, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) disponibiliza 2 doses dessa vacina para meninas entre 9 e 14 anos e para meninos entre 11 e 14 anos. Para indivíduos entre 9 e 26 anos, que convivem com o HIV/AIDS, e pacientes em tratamento de quimioterapia e transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea são recomendadas 3 doses.

Quantas doses da vacina HPV são recomendadas?


  • Meninos e meninas de 9 a 14 anos devem receber 2 doses com um intervalo de 6 meses entre elas; 
  • Após os 15 anos, são recomendadas 3 doses: a segunda dose entre 1 e 2 meses depois da primeira dose; a terceira dose 6 meses depois da primeira;
  • Indivíduos do sexo feminino que tenham baixa imunidade devido a alguma doença ou tratamento devem receber 3 doses independentemente da idade. Nesse caso, a segunda dose deve ser entre 1 e 2 meses após a primeira e a terceira dose 6 meses depois da primeira.
É importante ressaltar que a vacinação deve começar o mais cedo possível, preferencialmente antes de iniciar a vida sexual, sendo essa a fase de maior transmissão do vírus. Por isso, a vacina contra o HPV é indicada aos 9 anos.
Uma curiosidade é que a imunidade formada pela vacina é melhor do que a causada pelo próprio vírus, já que ele ocasiona a forma assintomática – as verrugas –ou sintomática – o câncer. 

Quais são as reações da vacina HPV?


As possíveis reações da vacina HPV podem variar. Veja abaixo quais são as reações mais comuns:
Reações muito comuns 
  • Vermelhidão e inchaço no local da injeção;
  • Dor de cabeça.
Reações comuns
  • Erupção cutânea semelhante à urticária;
  • Coceira;
  • Náuseas;
  • Vômito;
  • Hematoma;
  • Febre.

Quais são as contraindicações da vacina HPV?


A vacina HPV é contraindicada para:
  • Pessoas com hipersensibilidade ao princípio ativo ou a qualquer um dos excipientes da vacina;
  • Pessoas com histórico de hipersensibilidade imediata grave a leveduras;
  • Pessoas que já tiveram anafilaxia (alergia grave) após tomar uma dose da vacina;
  • Gestantes.

Importância da vacinação


Segundo a Febrasgo, o HPV é uma infecção muito comum. De acordo com as estimativas calculadas, aproximadamente 91% dos homens e 84% das mulheres serão infectados em algum momento da vida, mas nem sempre terão sintomas, principalmente no início.
Isso só mostra e confirma a importância da vacinação e como isso previne doenças futuras e maiores complicações.

Onde a vacina HPV pode ser encontrada?


A vacina contra HPV pode ser encontrada na rede pública e privada. Aqui na Beep, você pode receber a vacina HPV no conforto da sua casa, de domingo a domingo, sem pagar taxa domiciliar. Baixe o nosso app e agende uma visita.

Qual o preço da vacina HPV?


Aqui na Beep Saúde, a vacina HPV custa R$626 por dose para o estado do Rio de Janeiro; R$622 para São Paulo; R$613 para Brasília; R$588 para o Paraná e Pernambuco; e R$570 para Cabo Frio e Espírito Santo.
* Valores sujeitos a alterações sem aviso prévio.

Acompanhamento médico


Agora que você já sabe como funciona a vacina HPV, lembre-se de que é importante o acompanhamento com um médico de confiança para investigar, caso haja a suspeita da doença.

Importante:


Você pode fazer o agendamento dos seus exames laboratoriais e vacinas diretamente no aplicativo da Beep Saúde. É só clicar aqui para baixar!
Ah, aproveite para seguir a gente nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook. Também temos vagas para entrar na #OndaVerde em nosso LinkedIn. Vai lá! 🙂