A febre amarela é uma doença grave transmitida pela picada de mosquito, podendo causar febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça e muscular, amarelão (icterícia), náusea e vômito que podem piorar progressivamente. A vacina da febre amarela é a medida mais importante e eficaz para prevenção e controle da doença.
Veja no artigo abaixo tudo sobre a vacina da febre amarela. Você entenderá mais sobre o que é essa vacina, qual doença ela previne, quando tomar, quantas doses são recomendadas, quais as reações e mais. Confira!
imagem de uma seringa com a descrição informando ser vacina febre amarela

O que é a febre amarela?


A febre amarela é uma doença infecciosa viral grave causada pela picada do mosquito Haemagogus (ciclo silvestre) e Aedes Aegypti (ciclo urbano), o mesmo transmissor da dengue, zika e chikungunya. As pessoas infectadas podem apresentar poucos ou até mesmo nenhum sinal ou sintoma até quadros graves que podem levar a óbito.
Leia também: 10 fatos curiosos sobre os vírus
Essas pessoas podem transmitir a doença por meio da picada do mosquito. Ou seja: um mosquito, ao picar alguém infectado, pode transmitir a doença ao picar um próximo indivíduo. A doença não é passada de pessoa para pessoa sem a interferência do inseto.
Na natureza, a doença também acomete macacos, e sabe-se que se esse animal é achado morto por febre amarela, sinaliza que há mosquitos infectados na região.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil confirmou 353 casos de febre amarela e 98 óbitos entre julho de 2017 e fevereiro de 2018 (dados de 2018). A coordenação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) ainda ressalta a importância da prevenção com a vacina, que apresenta uma eficácia de, aproximadamente, 95%.
A Beep Saúde preparou um conteúdo completo com todas as informações sobre a febre amarela que você precisa saber.

Para que serve a vacina da febre amarela ?


A vacina contra febre amarela serve para prevenir a população contra essa doença de alta gravidade. Sua aplicação é feita por via subcutânea e deve ser administrada pelo menos 10 dias antes do deslocamento para áreas de risco, como regiões silvestres, rurais ou de mata quando a pessoa não foi imunizada previamente.
Essa vacina faz parte do calendário vacinal básico e antes era obrigatória para pessoas que residiam em áreas de riscos endêmicos da doença e para quem desejava viajar para esses destinos, mas com o último surto de 2018 passou a fazer parte do calendário vacinal obrigatório em todo território nacional.

Recomendações da vacina


As Sociedades Brasileiras de Pediatria e de Imunizações recomendam a vacina para crianças a partir dos 9 meses.

Clique aqui para obter mais informações e agendar a vacina


Quantas doses da vacina são recomendadas?


No Brasil, essa vacina é recomendada como rotina e consiste em 2 doses para crianças de até 4 anos: a primeira dose aos 9 meses e a segunda aos 4 anos, como dose de reforço.
Crianças acima de 4 anos, de acordo com o risco epidemiológico, pode-se indicar mais uma dose, considerando a possibilidade de falha vacinal.
Em casos de surtos, pode ser realizada uma dose entre 6 e 8 meses.
Importante ressaltar que a vacina de febre amarela sempre deve ser feita com intervalo mínimo de 1 mês com a vacina de sarampo, caxumba, rubéola (tríplice viral) ou varicela e tetra viral.

Quais são as reações da vacina?


As possíveis reações da vacina febre amarela podem variar entre muito comuns e raras. Veja no quadro abaixo:
Reações muito comuns
  • Dor e sensibilidade no local da injeção;
  • Cansaço;
  • Dor de cabeça;
  • Dor muscular;
  • Febre;
  • Irritabilidade;
  • Sonolência.
Reações comuns
  • Hematoma;
  • Vermelhidão, inchaço e endurecimento no local da injeção;
  • Dor nas articulações;
  • Náusea;
  • Erupções cutâneas;
  • Perda de apetite.
Reações incomuns
  • Tontura;
  • Dor abdominal;
  • Coceira.
Reações raras
  • Diarreia;
  • Rinite.
Reações muito raras
  • Anafilaxia; 
  • Doença neurológica como encefalite e meningite, principalmente quando se trata de primeira dose em idosos;
  • Doenças em órgãos-alvo (“viscerotrópica”).

Quais são as contraindicações da vacina?


A vacina é contraindicada para:
  • Crianças abaixo de 6 meses;
  • Gestantes. Entretanto, em casos de surtos da doença, o médico pode solicitar a vacinação;
  • Mulheres que estejam amamentando bebês com menos de 6 meses (se em região de alto risco, pode fazer, mas deve esgotar e desprezar o leite materno por 10 dias);
  • Pessoas com imunodepressão grave por doença ou uso de medicação;
  • Pessoas que tenham apresentado doença neurológica desmielinizante (doença do sistema nervoso) no período de 6 semanas após a aplicação da dose anterior;
  • Pessoas com câncer;
  • Pessoas com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica);
  • Pessoas com HIV, sintomáticos e com imunossupressão grave comprovada por laboratório.

Onde pode ser encontrada?


A vacina contra febre amarela pode ser encontrada na rede pública e privada. Aqui na Beep você pode receber a vacinação no conforto da sua casa, de domingo a domingo e sem pagar taxa domiciliar. Baixe o nosso app e agende uma visita.

> Confira aqui o preço da vacina da febre amarela <


Acompanhamento médico


Agora que você já sabe como funciona a vacina contra a febre amarela, lembre-se que é muito importante o acompanhamento com um médico de confiança para investigar, caso haja a suspeita da doença.

Importante:


Você pode tirar suas dúvidas e fazer o agendamento dos seus exames laboratoriais e vacinas diretamente no aplicativo da Beep Saúde. É só clicar aqui para baixar!
Ah, aproveite para seguir a gente nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook. Também temos vagas para entrar na #OndaVerde em nosso LinkedIn. Vai lá! 🙂
Compartilhe com a gente sua experiência com a vacina da febre amarela! Assim, você vai contribuir para ajudar outras pessoas que procuram por mais informações.