Conheça o Oswaldo, o sistema que faz a Beep funcionar

Quando usamos um aplicativo, a gente enxerga apenas aquilo que está na tela – e só até ali vai o nosso conhecimento técnico sobre o assunto. Às vezes, a gente até consegue ter uma experiência um pouco mais humana no momento de interação entre pessoas (cliente e serviço). Porém, não temos ideia do que acontece por trás disso tudo e quais são os instrumentos necessários para essa sinfonia soar perfeitamente afinada.
Vocês sabiam que, para uma empresa de tecnologia funcionar, existe todo um sistema interno responsável por isso? Na Beep, ele é o Oswaldo.

Criado com maestria por Luiz Costa, líder da área de Tecnologia da Beep, Rachell Santana, nossa Coordenadora de UX (User Experience, ou, em português, “Experiência do Usuário”), e pela super competente equipe de tecnologia da Beep, nosso sistema operacional é o alicerce da empresa. O nome veio homenagear o pioneiro da vacinação em massa no Brasil: Oswaldo Cruz.

“O Oswaldo é o coração da nossa operação. Ele não pode parar de bater.”

Rachell Santana, Coordenadora de UX da Beep Saúde
É ele, o Oswaldo, quem integra todas as etapas do processo que conecta o cliente aos serviços da Beep: usabilidade do aplicativo; escolha e compra de produtos; agendamento de atendimento; logística de transporte de exames e vacinas, incluindo motoristas, técnicas e enfermeiras, rotas de atendimento, relacionamento e comunicação com o cliente, pagamento etc.

“Você pode pensar assim: o aplicativo é a forma que a gente consegue captar as vendas e registrar os agendamentos. O Oswaldo é como a gente gerencia a operação em torno desses agendamentos.”

Luiz Costa, CTO da Beep
Hoje, é por meio do Oswaldo que a empresa entrega as melhores experiências em serviços de saúde. É graças ao nosso sistema de operações que tudo funciona do “jeitinho Beep”, com competência, alta tecnologia e carinho humano. Mas o Oswaldo vem desde lá de 2016 e tanto o Luiz quanto a Rachell contaram um pouco dessa história pro blog.

Como tudo começou…


Quando o Luiz e a Rachell começaram na empresa, “era tudo mato”, como ela costuma brincar. Há quatro anos, eles foram chamados para um desafio: oferecer um serviço de saúde de qualidade aliado à tecnologia, com um sistema de operações próprio. Lá em 2016, o mundo já funcionava por aplicativos e as pessoas resolviam quase tudo com um clique.

Luiz já conhecia o Vander Corteze, CEO da Beep, e esteve por aqui desde o princípio de toda a concepção do projeto. Porém, começamos com um serviço muito simples. “Basicamente, o que fazíamos como empresa era intermediar a comunicação entre médico-paciente por meio de tecnologia. Havia dois aplicativos, um para cada um e era isso”, conta o líder de Tecnologia.
Mas, conforme a empresa mudou o foco do negócio e começou a oferecer vacinas em casa, a logística tornou-se muito mais complexa – “passamos de intermediar para executar” – e entregar uma operação dessa magnitude era muito mais complicado, porque envolvia técnicas, motoristas, agendamento etc.

“Como conseguir ter uma visão dessa logística, conseguir ajustar, entender de fato essa operação? A gente precisava de um sistema.”

Luiz Costa

Ela faz a interface dela


A Rachell entrou na história quando foi convidada para tocar os produtos internos e externos, desde a fase inicial de estratégia, pesquisa e concepção dos projetos até aos entregáveis de interface. “Cresci muito como pessoa e como profissional”, conta. Foi ela quem desenvolveu as interfaces do sistema de ponta a ponta, além de ter desenhado o avatar inspirado no sanitarista brasileiro Oswaldo Cruz. Ela também foi responsável pelo desenho da Florence, outra personagem tão importante para a Beep e sobre quem falaremos no futuro. “Tenho orgulho desses fofos”, completa a designer.

Constantemente atualizando e adicionando novas funcionalidades ao sistema, Rachell diz que a parte mais legal em desenvolver o Oswaldo é perceber o quanto melhoramos ou reduzimos o trabalho manual de alguém do time da Beep. “Mapear e automatizar processos para nossa operação continuar sendo eficiente e segura é a maior gratificação”, comenta.
O maior desafio da nossa designer é conseguir solucionar problemas que a operação da Beep enfrenta no dia a dia.  

“O Oswaldo apoia os times de CR (Central de Relacionamento), Operações, Comercial, Imunizações… Entregar valor no menor tempo possível é nossa missão.”


E por falar em desafios…


Nosso líder da área de Tecnologia sente que o maior desafio do Oswaldo são as nuances do negócio em si, já que saúde é uma área tão delicada e que envolve muita responsabilidade. Na parte técnica, o pulo do gato é descobrir como adicionar funcionalidades rapidamente, como por exemplo um voucher de desconto nas opções de pagamento, sem “quebrar” o que já existe.

Oswaldo, o Beeper mais atarefado


Hoje em dia é o Oswaldo quem mantém tudo da Beep integrado. Segundo Luiz, o nosso CEO costuma explicar assim: “Eu ensino pro Oswaldo que a gente atende em tais áreas. Depois eu digo pro Oswaldo quem são as técnicas, os profissionais que vão trabalhar nessas áreas e explico para ele quais os produtos que a gente vende. Aí, eu digo pro Oswaldo que agora esses produtos estão disponíveis para serem vendidos. Depois ele me diz quem comprou e me ajuda a controlar quantos produtos ainda estão disponíveis no estoque ou não. Então, basicamente, ele faz essa volta inteira”. Haja desenvolvedor para criar, programar, atualizar e manter a funcionalidade desse grande funcionário!

O futuro da saúde é do Oswaldo


A gente quer sempre ser melhor, então esse time incrível de tecnologia já está de olho no futuro do nosso sistema de operação. “Atualmente, nosso desafio no Oswaldo é evoluir o nosso controle de estoque e slot, além de aprimorar a comunicação entre as técnicas e a Central de Relacionamento, que precisa ser em tempo real”, conta Rachell.
“Temos uma visão futura que traz mais inteligência envolvida no Oswaldo”, completa Luiz. Além disso, ele comenta sobre a vontade de expandir as funções no aplicativo da Beep e torná-lo uma referência, como o principal app de saúde para as pessoas.

Como eu faço pra entrar nesse time incrível?


Para enfrentar os desafios e alcançar voos mais altos, a equipe de Tech precisa de mais pessoas. Rachell foi a primeira designer da empresa e hoje, como Coordenadora de UX, promete que vão entrar mais designers no time. “Estamos crescendo e hoje uma das minhas missões é ajudar no desenvolvimento de maturidade em design, trazendo gente qualificada para a Beep”. Confira as vagas pro time de Tech como Desenvolvedor Pleno, DevOps Engineer e Ux/UI Designer. Vem pra #OndaVerde!
Curtiu o conteúdo? Não esqueça de compartilhar! 🙂 Saiba mais novidades sobre a Beep no InstagramFacebook e Twitter. Ah! E se quiser entrar no nosso foguete, estamos com várias vagas abertas.