Hoje vamos contar a trajetória meteórica do Gustavo Mariozzi no nosso foguete. Ele embarcou como estagiário e agora, 5 anos depois, é o COO (Chief Operating Officer) da Beep. Mariozzi lidera a operação de uma empresa com quase mil colaboradores, sendo trezentos deles atuando diretamente na sua área.
Nosso COO, Gustavo Mariozzi, veste a camisa! #OndaVerde

Formado em Engenharia de Produção pela UFRJ, Gustavo tinha tudo para ceder aos encantos do mercado financeiro – destino da maioria dos formandos em engenharia da sua geração. Porém, sua história acabou seguindo um caminho diferente e é o que contaremos aqui.
Vamos lá para março de 2016, quando Mariozzi tinha acabado de voltar do intercâmbio na Austrália pelo programa Ciência sem Fronteiras, onde ficou por um ano estudando na University of New South Wales (UNSW). “Se tivesse ficado no Rio, teria seguido o caminho mais disputado da época: estágio numa Asset”, afirma Gustavo.
Porém, logo após a sua volta, surgiu a oportunidade de um papo com o engenheiro Rodrigo Ferrer – o então COO da Beep -, que estava precisando de um estagiário. O faro apurado para reconhecer talentos é algo que um empreendedor de startup desenvolve rápido e, assim, Gustavo foi aprovado logo após a entrevista! E começou a trabalhar no dia seguinte, entrando no ritmo acelerado de uma startup.
O cenário era uma sala de 25 m² no Le Monde, na Barra da Tijuca. A Beep ainda rodava com o seu negócio inicial de atendimento médico domiciliar e era uma aposta. Gustavo comprou a ideia desde o início.
“O Vander sempre falou sobre a Beep com tanta confiança e entusiasmo que conseguiu me vender um sonho. E eu adotei esse sonho para mim.”
Conta Gustavo, que trabalhou duro para ajudar a torná-lo uma realidade.
Lembrança do início de tudo. Time da Beep na sala de 25 m² no Le Monde, na Barra da Tijuca. Gustavo, em pé, com Vander Corteze e Rodrigo Ferrer.

Uma boa ideia não nasce pronta. Ela vai sendo construída e lapidada no dia a dia. Foi assim que a Beep testou um novo negócio, o da vacinação domiciliar – a partir daí a empresa começou a atender uma enorme demanda do mercado, que até então só era basicamente oferecida pelo SUS ou por clínicas particulares, que raramente ofereciam serviço domiciliar e sempre acompanhado de taxas extras.
O foco passou a ser o de transformar a experiência das famílias brasileiras unindo tecnologia e carinho humano a uma logística capaz de apresentar preços altamente competitivos. Esse modelo, vale citar, foi inspirado na Amazon (que sempre foi, e continua sendo, uma grande influência para os Beepers e muitos empreendedores mundo afora).
Em 2018, Gustavo já era coordenador da área de Operações da empresa e Rodrigo Ferrer foi morar no exterior, deixando aberta a vaga de COO. Foi nesse período que ele conta ter absorvido bastante conhecimento, quando a sua troca com o Vander tornou-se constante e enriquecedora. Nesse cenário, ele se desenvolveu absurdamente, teve que tomar importantes decisões para a empresa e foi resolvendo todas as missões que a área apresentava. Com isso, o passo da coordenação para a gerência não demorou muito e Vander Corteze logo teve a certeza de que o novo COO da Beep estava ao seu lado… Em julho de 2021, Gustavo foi nomeado.
“Vander foi me dando cada vez mais desafios e eu fui aprendendo com eles. Ele sempre me inspirou muito a colocar aquele 1% a mais em tudo que eu fazia e isso me transformou como profissional e foi fundamental para a minha jornada”.
Conta, com entusiasmo.
Gustavo com Vander Corteze, nosso CEO: parceria que deu certo!

Nos 5 anos sendo um Beeper, Gustavo viu na prática como as pequenas atitudes mudam o futuro da empresa e como todos podem fazer a diferença. Como líder, nosso COO destaca que ninguém vem pronto e que todos podem se desenvolver considerando os feedbacks do time.
“No meu caso, teve muito ajuste fino e críticas construtivas. Ter uma escuta ativa é muito importante porque gerou um aprendizado enorme num curto espaço de tempo e me preparou para assumir novas responsabilidades.”

Visto como inspiração, Gustavo é hoje um exemplo de energia e disciplina para os Beepers e para os estudantes que estão construindo suas histórias profissionais. Para quem busca uma trajetória de sucesso, ou uma vaga no time de Operações, Mariozzi diz que dedicação, atenção às novas ideias e uma escuta ativa são as chaves para esse caminho. 
Perguntado sobre o que a Beep representa em sua vida, ele é categórico: “Hoje não consigo diferenciar a minha vida e a Beep. Os dois passaram a andar juntos para mim”.
Novo espaço, nova vista e o mesmo amor em ser Beeper!
Você é cliente Bradesco? Você é cliente Amil? Vacina Tríplice Bacteriana – Reações da vacina