Você sabe o que é doença de Chagas? Tem certeza de que ela está erradicada no Brasil? Se a sua resposta foi “não” ou “sim” para essas perguntas, a nossa recomendação é que você leia este post.

Mão segura uma ampola de sangue para detectar a presença da doença de chagas. A imagem ilustra o post o que é doença de chagas.


Neste post, você vai saber:

O que é doença de Chagas?


A doença de Chagas é causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi (T. cruzi). Também chamada de mal de Chagas ou Tripanossomíase Americana, uma das principais formas de transmissão é pelo inseto barbeiro. 
Durante a infecção, a pessoa pode ter alguns sinais e sintomas, como: febre, aumento do baço e do fígado, entre outros. Na fase aguda da doença, o quadro pode evoluir para meningite e encefalite. Já na crônica, a pessoa pode apresentar aumento do coração e do cólon, por exemplo. 
É preciso ter muita atenção para uma complicação perigosa: a insuficiência cardíaca. Ela é uma das principais causas de mortes de indivíduos com essa doença.

O que é barbeiro?


A imagem mostra o barbeiro, um dos principais transmissores da doença de Chagas.
Barbeiro é o nome popular dado às espécies de um grupo de insetos (triatomíneos) que pertencem à família dos percevejos. Eles são um dos principais transmissores da doença de Chagas e são chamados assim por causa da sua preferência em sugar sangue de uma região específica do rosto. Uma curiosidade importante é que, geralmente, a picada deles ocorre durante a noite e sem acordar a pessoa. 

Quais são os tipos mais comuns de barbeiro?


Os tipos mais comuns de barbeiro que transmitem a T. cruzi no Brasil são: 
  • Panstrongylus megistus;
  • Triatoma brasiliensis;
  • Triatoma infestans;
  • Triatoma pseudomaculata; 
  • Triatoma sordida. 

Qual espécie de barbeiro era o maior transmissor da doença de Chagas? 


O Triatoma infestans era o maior responsável pela transmissão vetorial (via inseto) do protozoário causador da doença de Chagas. 
Então, desde 1970, o Brasil investiu em medidas para controlar esse tipo de barbeiro. Somente em 2006 o país ganhou a Certificação Internacional da Interrupção da Transmissão Vetorial pelo Triatoma infestans. 

Como a doença de Chagas é transmitida? 


A Trypanosoma cruzi pode ser transmitida via: 
  • Alimentos contaminados;
  • Da mãe infectada para o bebê (durante a gestação ou parto); 
  • Inseto (barbeiro) que esteja infectado com a T. cruzi;
  • Quando a pele ferida entra em contato com algum objeto ou material contaminado;
  • Transfusão de sangue;
  • Transplante de órgãos.

A Trypanosoma cruzi é transmitida por meio da picada do inseto barbeiro? 


A maior preocupação deve ser com as fezes do barbeiro. Esse inseto suga o sangue da pessoa e, ao mesmo tempo ou um pouco depois disso, defeca na pele do indivíduo. Se a pessoa coçar o local e as fezes infectadas caírem na ferida, a chance de ter a doença aumenta.

Ainda existe o risco de transmissão da doença de Chagas? 


O risco de transmissão persiste no Brasil por vários motivos: ainda há reservatórios da Trypanosoma cruzi (T. cruzi) e as pessoas estão cada vez mais próximas desses locais, existem espécies de triatomíneos (barbeiros) com um potencial muito grande de colonização e ainda são encontrados alguns focos da espécie Triatoma infestans no estado da Bahia. 

Qual é o tempo de incubação da Trypanosoma cruzi


Quando a transmissão ocorre pelo barbeiro contaminado com a Trypanosoma cruzi, os sintomas podem surgir entre 4 e 15 dias após a pessoa ser infectada. Se a causa for a ingestão de alimentos contaminados, o tempo é entre 3 e 22 dias. Caso tenha sido após uma transfusão ou transplante, 30 dias ou mais. Por fim, se for depois de uma infecção acidental, os sinais da doença de Chagas podem aparecer em até 20 dias.

Quais são as fases da doença de Chagas?


Existem duas fases: a aguda e a crônica. Ambas serão detalhadas ao longo do post.

Quais são os sintomas da doença de Chagas? 


Os sintomas podem ser diferentes, dependendo da fase. 

Sintomas da doença de Chagas na fase aguda


  • Dor de cabeça;
  • Fraqueza intensa;
  • Febre que dura mais de uma semana;
  • Ferida parecida com a de um furúnculo na região da picada do barbeiro;
  • Presença de inchaço nas pernas e no rosto.

É importante informar que a fase aguda da doença de Chagas pode ser assintomática ou sintomática. Essa infecção só acaba quando os parasitas não estão mais presentes na corrente sanguínea. Agora, se a pessoa não fizer um tratamento adequado, a enfermidade pode evoluir para a fase crônica. 

Complicações na fase aguda


As complicações ocorrem em menos de 1% das pessoas nessa fase. Encefalite e meningite são algumas delas.

Sintomas da doença de Chagas na fase crônica


Entre 20 e 30% dos pacientes podem apresentar complicações, como: 
  • Insuficiência cardíaca: acontece quando os músculos cardíacos não conseguem fazer o bombeamento do sangue de forma adequada.
  • Megacólon: ocorre quando o cólon se dilata exageradamente.
  • Megaesôfago: acontece quando o esôfago se expande de forma exagerada.

É importante informar que algumas pessoas podem ser assintomáticas (não sentirem qualquer tipo de sintoma) durante anos nessa fase. 

A doença de Chagas pode levar à morte? 


Pessoas com complicações cardíacas ocasionadas pela doença de Chagas podem sofrer com arritmias, insuficiência cardíaca terminal e morte súbita. Essas são as principais causas de óbitos.

Como se detecta a doença de Chagas?


O primeiro passo é procurar um(a) médico(a). Esse profissional vai fazer uma avaliação clínica e pode solicitar exames de sangue para detectar a presença da doença de Chagas.

Como é feito o tratamento da doença de Chagas nas fases agudas e crônicas?


Médicos podem prescrever remédios para o tratamento da doença de Chagas na fase aguda. Já na fase crônica, esses profissionais vão tentar controlar os sinais e sintomas e prevenir qualquer tipo de complicação.

Como prevenir a doença de Chagas? 


As formas de prevenir a doença de Chagas incluem o combate ao inseto barbeiro e a transmissão via alimentos contaminados. Infelizmente, ainda não existe uma vacina que proteja as pessoas contra essa infecção.

Quem tem o parasita pode doar sangue? 


Imagem mostra um homem doando sangue. Essa imagem ilustra um dos tópicos sobre o texto o que é doença de chagas.
Quem está com o parasita da doença de Chagas não pode doar sangue. Essa recomendação é válida para pessoas sintomáticas ou assintomáticas.

Qual é o máximo de tempo que uma pessoa com doença de Chagas vive?


Não existe um período de vida específico para pessoas com a doença. Sabe-se que quanto maiores as complicações geradas pela cronicidade dela, maiores são os riscos de óbito do paciente. 

Faça exames no conforto da sua casa para detectar a presença dessa doença!


Aqui na Beep, você encontra o exame de pesquisa de anticorpos IgG e IgM de Chagas. Oferecemos também o exame Trypanosoma cruzi IgG – Teste do Pezinho. O melhor é que esses exames podem ser feitos no conforto da sua casa. Ah, e o nosso atendimento acontece de domingo a domingo (inclusive em feriados), sem taxa domiciliar. Baixe o app e #FazUmBeep!