Sintomas como olhos e boca secos acompanhados de dores nas articulações podem ser sinais da Síndrome de Sjögren, uma doença rara e autoimune que tende a apresentar maior facilidade de desenvolver linfomas (um tipo de câncer que se origina no sistema linfático). Essa síndrome afeta aproximadamente 2% da população mundial. Neste artigo, você entenderá mais sobre o que é, quais são os sinais e sintomas, como é o tratamento e mais. Confira!
uma imagem mostrando as mãos de um profissional de saúde segurando um cartão coral escrito Síndrome de Sjögren

O que é Síndrome de Sjögren?


A síndrome de Sjögren é uma doença autoimune crônica e rara. O sistema imunológico atinge algumas glândulas do corpo, principalmente as salivares e lacrimais, produzindo um processo inflamatório que prejudica  as funções normais dessas glândulas. Ela também é conhecida como exocrinopatia.
Qualquer indivíduo pode desenvolver essa síndrome, sobretudo se ele for portador de outra doença autoimune. A maioria das pessoas acometidas são mulheres acima dos 40 anos. Casos em crianças e adolescentes são mais raros. Existem muitos sintomas e as causas ainda não são definidas, conforme explicaremos abaixo.

A Síndrome de Sjögren pode ser classificada de duas formas:


  1. Primária: se manifesta isoladamente, sem a presença de outra doença autoimune;
  2. Secundária: associada a outras doenças autoimunes, como artrite reumatoide, lúpus, esclerodermia ou vasculite.

Quais são as causas da Síndrome de Sjögren?


Não há definição exata de  quais são as causas da síndrome de Sjögren. A hipótese existente no momento é de que fatores genéticos e hereditários, hormônios sexuais e condições ambientais podem estar ligadas ao surgimento dessa síndrome. Desconfia-se, ainda, que infecções virais e bacterianas contribuem para o desenvolvimento da doença em pessoas que são geneticamente predispostas.

Quais são os sintomas da Síndrome de Sjögren?


Os principais sinais e sintomas da síndrome de Sjögren são: boca seca (conhecida como xerostomia) e sensação dos olhos sendo arranhados (como se ele estivesse com areia). Também podem ocorrer infecções, como cáries, gengivite e conjuntivite. Além disso, existem alguns outros possíveis sintomas, que são:
  • Urticária, manchas roxas, feridas na pele e alterações na sensibilidade (casos raros);
  • Dificuldade para engolir alimentos secos;
  • Dificuldade para falar por muito tempo;
  • Dores nas articulações e no corpo (casos raros);
  • Cansaço e fraqueza (casos raros);
  • Vista cansada;
  • Sensibilidade à luz;
  • Risco de lesões na córnea;
  • Pele seca e ressecamento da mucosa das partes íntimas;
  • Tosse seca (casos raros).

Como é feito o diagnóstico?


Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), o diagnóstico da síndrome de Sjögren é feito com base nos sintomas apresentados pelo paciente. Além disso, são necessários alguns exames laboratoriais, como:
  • Fator reumatoide;
  • Exames radiológicos ou anatomopatológicos (biópsia das glândulas salivares);
  • Medicina nuclear (exame de imagem das glândulas parótidas).

Como é o tratamento para Síndrome de Sjögren?


Lágrimas artificiais, substitutos de saliva, anti-inflamatórios, corticoide e imunossupressores podem ser utilizados no tratamento. Por ser uma doença autoimune, essa síndrome não tem cura. Porém,  se for diagnosticada precocemente e o tratamento adequado tiver início ainda nos primeiros estágios da doença, a resposta do organismo e a qualidade de vida do paciente tendem a ser melhores. Tudo vai depender do grau dos sintomas e da gravidade do quadro.

Acompanhamento médico


Agora que você já sabe o que é a síndrome de Sjögren, lembre-se: é essencial o acompanhamento com um médico de confiança. Caso seja confirmado o diagnóstico, ele vai dar início ao tratamento e verificar a evolução do quadro.

Médico responde:


Qual é a diferença entre lúpus e a síndrome de Sjögren?


Tanto o lúpus quanto a síndrome de Sjögren são doenças autoimunes. Enquanto a síndrome de Sjögren ocasiona manifestações, principalmente nas glândulas salivares e lacrimais, o lúpus pode apresentar manifestações na pele e em outros órgãos, como rins. Além disso, um paciente portador de lúpus também é capaz de ser diagnosticado com essa  síndrome, sendo denominado, assim, como “síndrome de Sjögren secundário”.
Leia mais: Qual exame de sangue serve para detectar Lúpus?

Importante:


Aqui na Beep, você pode fazer o agendamento dos seus exames laboratoriais e vacinas diretamente no nosso aplicativo (Beep Saúde). Faça tudo no conforto da sua casa, de domingo a domingo, sem pagar taxa domiciliar!

Ah, aproveite para seguir a gente nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook. Também temos vagas para entrar na #OndaVerde em nosso LinkedIn. Vai lá! 🙂