Teste de Covid: saiba tudo sobre as opções disponíveis!

Teste de Covid: saiba tudo sobre as opções disponíveis!


Todas as informações sobre as opções de testes de Covid que detectam infecção do coronavírus SARS-Cov-2


Quando o assunto é “teste de covid” todo mundo fica um pouco nervoso. Logo pensam que vai doer, que vai custar muito caro… Mas, calma. Primeiro é importante consultar seu médico que através de uma anamnese detalhada e do exame clínico saberá indicar o exame mais oportuno para cada caso.

Clique aqui para baixar o app e agendar seus exames e vacinas em casa


teste covid
Saber que atualmente existem mais de uma opção de método de coleta e análise é outro ponto bastante importante. Aqui você vai entender um pouco mais sobre os tipos de exames de Covid, onde e quando fazer, qual o mais confiável, entre outras dúvidas que surgem com frequência. Confira!

Por que fazer o teste de Covid-19?


Detectar a infecção por coronavírus precocemente é o primeiro passo para tratá-la em tempo, conter o avanço dos sintomas e evitar que estes se agravem.
A pessoa com sintomas já pode tomar as devidas precauções – usar toalhas de banho e talheres separados, separar e descartar do lixo produzido pelo infectado, usar máscara a todo momento, manter as janelas abertas e ambientes arejados, limpar com frequência os móveis e objetos da casa com álcool 70%, manter distanciamento e isolamento em um cômodo da casa, caso more mais de uma pessoa no mesmo lugar.
Outro aspecto positivo da realização do exame, é ter a monitorização adequada da doença na população e assim garantir ações para o controle da epidemia.

Quais são os testes disponíveis e qual a diferença entre eles?


Há vários tipos de exames para detectar infecção por SARS-Cov-2. Na rede pública, atualmente está disponível o tipo RT-PCR e o teste de antígenos (ambos feitos com coleta nasal), além do teste sorológico de anticorpos (feito a partir de uma amostra de sangue).

Na rede privada, é possível encontrar ainda outros modelos de testes sorológicos, de PCR e os desejados “testes rápidos”. O importante é saber o momento exato para realizar cada um deles. Vamos entender?

RT-PCR em swab nasal


O RT-PCR padrão é feito com um swab nasal – o famoso e temido teste do “cotonete” – que coleta secreções no nariz e na orofaringe para encontrar diretamente o material genético (RNA) do coronavírus. Este é aquele exame mais desconfortável, mas, em geral, não dói.
Quando o resultado é positivo, há certeza da presença de SARS-Cov-2. Por isso, tem o selo “padrão ouro” e sua precisão é acima de 90% com poucos índices de resultado falso (negativo ou positivo).
O objetivo deste exame não é identificar anticorpos, ele é indicado para pessoas que estão apresentando os sintomas de Covid-19 no momento.

Veja também: Coriza, entenda um dos sinais mais comuns em doenças respiratórias. 


Portanto, o ideal é realizar o teste RT-PCR até o 10º dia do início dos sintomas. Aqui na Beep o resultado sai em até 3 dias úteis. Agende o seu exame aqui.

RT-PCR salivar


O processo de análise de resultado é o mesmo, porém a coleta é salivar e não nasal. Este exame é uma opção para quem sente muito incômodo com o swab, já que neste caso é necessário apenas depositar 2ml de saliva em um pote coletor. Totalmente indolor, o exame já está disponível na Beep Saúde!
Para este exame é necessário alguns cuidados antes da coleta: 30 minutos antes da coleta da saliva, o paciente NÃO DEVE comer, beber, fumar, escovar os dentes, mastigar chiclete ou realizar enxágue bucal.
Só atenção: é importante saber que esse método de teste não é indicado para bebês ou crianças que não consigam juntar a quantidade de saliva necessária.

Teste de Antígenos


O teste de antígenos utiliza o mesmo método de coleta do RT-PCR, a diferença está nas formas de análise. Este exame de Covid busca encontrar as proteínas do SARS-CoV-2 e deve ser realizado a partir do 3º dia de suspeita de sintomas.
Sua metodologia também é mais ágil e barata, porque utiliza-se da imunocromatografia, que consiste na geração de cor a partir de uma reação entre o antígeno e o anticorpo.
O resultado pode sair em até 15 minutos após a coleta e sem a necessidade de laboratório, por isso tornou-se um dos “testes rápidos” para Covid.

Teste Sorológico


Esse tipo de teste é feito por coleta de sangue e busca por anticorpos contra o SARS-Cov-2 no nosso organismo. Se o seu corpo tem ou já teve contato com o vírus, o seu sistema imunológico desenvolveu uma defesa (anticorpos), que pode ser de dois tipos:
IgM, os primeiros anticorpos a serem produzidos pelo nosso corpo, ainda na fase aguda da doença; IgG, que só ficam presentes no nosso corpo depois que a infecção já foi curada, aumentando as chances de proteção futura contra o vírus.
Quando o resultado dos testes é positivo, significa que o SARS-Cov-2 já passou – ou está – por ali. Mas é importante frisar que isso não garante imunidade à doença.
Aqui na Beep também temos a opção de teste sorológico de Anticorpos Neutralizantes, indicado para identificar a presença de anticorpos produzidos por infecção do SARS-CoV-2 ou após a vacinação.
Este exame deve ser feito a partir do 21° dia do início dos sintomas, suspeita de exposição ou após vacina contra Covid-19, já que é necessário aguardar a resposta imunológica do organismo.
Se quiser agendar um dos dois testes sorológicos para ser realizado no conforto do lar, é só baixar nosso aplicativo.

Qual teste de Covid-19 devo fazer?


Depende. Cada um é adequado para um momento específico. Se ainda estiver no início dos sintomas, as opções mais eficazes são o PCR e o teste de antígenos. Se você suspeita de contaminação há mais de dez dias, o ideal é fazer o teste de sorologia.

Existe um melhor teste para detectar Covid-19?


Não existe um teste melhor, porque cada um busca uma informação. Porém, o RT-PCR é considerado o “padrão ouro” de exame, por ter o maior percentual de confiabilidade (acima de 90%) e baixo índice de resultado falso positivo ou falso negativo.

Onde fazer o teste de Covid?


Segundo o Ministério da Saúde, qualquer unidade do SUS está preparada para receber o paciente e fazer o primeiro atendimento para diagnóstico clínico. Essas unidades seriam as de atendimento primário, ou seja, as UBSs (Unidades Básicas de Saúde), em geral.
A Beep Saúde oferece exames de Covid com equipe altamente treinada, em sua casa e sem cobrar taxas.

Quando devo fazer o teste de Covid?


A indicação do Ministério da Saúde é de que a população procure assistência médica logo nos primeiros sintomas de Covid-19, mesmo que sejam leves. Lembrando que alguns dos sintomas são: tosse, coriza, febre, dificuldade para respirar e dor de cabeça. Observe há quanto tempo suspeita da infecção e, a partir dessa data, confira o tipo de teste que se encaixa.

Quanto custa o teste de Covid?


Na rede pública o exame para detectar presença de coronavírus é gratuito e na rede privada depende de qual exame você quer realizar.

Clique aqui para consultar os valores da Beep Saúde


Como é feito e como funciona o “teste rápido” de Covid?


O que caracteriza a rapidez do teste é a tecnologia usada para obter resultados. Você pode uma amostra de sangue, nasal ou de saliva.
O material coletado é submetido ao método imunocromatográfico, ou seja, entra contato com uma substância específica e revela uma interação antígeno-anticorpo, normalmente por meio de cores.
Há disponível o teste rápido de sorologia, o teste de antígeno e o PCR-Lamp, onde é analisada uma amostra de saliva e o resultado sai em até 24h. Atualmente este teste de Covid é comercializado em farmácias de alguns estados brasileiros.

É possível comprar o “teste rápido” de Covid?


Em março de 2021 a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, em caráter emergencial, a aplicação dos testes rápidos em farmácias e drogarias. É possível comprar um kit e realizar o exame em casa, mas a análise da amostra é realizada em laboratórios.
Portanto, você pode comprar, mas não consegue fazer o teste totalmente por conta própria.
Apesar da praticidade do teste rápido de covid, a Beep Saúde reforça que dentre as opções de testes, o teste rápido é o que tem a menor taxa de precisão.
Fontes:
Ministério da Saúde | Fiocruz | G1 | UOL | Prefeitura do Rio | SuperInteressante | Saúde UOL | Drauzio Varella | Anvisa | Blog Biomedicina Padrão | IG Saúde | Terra | Governo de Minas Gerais | Veja Saúde | Dasa