Quando ouvimos falar sobre a Vacina Pneumocócica 13 (VPC13) pela primeira vez, sempre lembramos da dificuldade de pronunciar essa palavra. Então, é comum chamá-la, também, de  “pneumo 13”. 
Agora, você sabe para que serve essa vacina? Quem pode tomá-la? Quais doenças ela previne? É isso que nós vamos te contar neste post. Confira! 

Técnica de enfermagem usando máscara facial segura uma ampola de vacina pneumocócica 13 e passa o líquido para a injeção.


Menu



Para que serve a Vacina Pneumocócica 13?


A vacina pneumocócica 13 (VPC13) é inativada, ou seja, não causa a doença. A sua função é proteger as pessoas contra meningite, otite, pneumonia, sem falar de doenças ainda mais graves, como bacteremia e sepse, que são causadas por 13 tipos da bactéria Streptococcus pneumoniae (pneumococo). 


Como é a aplicação da Vacina Pneumocócica 13 (VPC13)?


A aplicação da vacina pneumocócica 13 (VPC13) é feita de forma intramuscular. 

Ilustração mostra a técnica de injeção da vacina pneumocócica 13. O desenho mostra a agulha sendo inserida na pele. Ela ultrapassa a epiderme, veia, a derme, tecido subcutâneo até chegar ao músculo.


Qual é a diferença entre as vacinas pneumocócicas 10 e 13?


Tanto a vacina pneumocócica 10 (VPC10) quanto a 13 (VPC13) servem para imunizar as pessoas contra casos de meningite, otite e pneumonia causados pelo Streptococcus pneumoniae (pneumococo). 
A diferença é que a VPC10 protege, em média, contra 70% das enfermidades graves ocasionadas por 10 sorotipos dessa bactéria. Enquanto isso, a pneumocócica 13 (VPC13) tem uma cobertura maior e aumenta o espectro de proteção, prevenindo mais de 90% das doenças graves causadas pelo mesmo agente infeccioso. Isso ocorre porque ela possui mais 3 sorotipos muito importantes causadores de doenças invasivas, além daqueles já presentes na VPC10.
Outra diferença é que somente a vacina pneumocócica 10 (VPC10) está disponível na rede pública, de forma gratuita para crianças de 2 meses até 4 anos completos.

Para quem a Vacina Pneumocócica 13 é indicada?


A vacina pneumocócica 13 é indicada para todas as crianças com idade entre 2 meses e 6 anos. É recomendada, ainda, para quem tem mais de 6 anos, adolescentes e adultos que possuem algum tipo de doença crônica, como cardiopatias, doenças pulmonares, câncer, entre outras que podem deixar o organismo menos resistente a infecções. Além disso, pessoas com mais de 50 anos também fazem parte desse grupo. 

Qual é o esquema de doses da Vacina Pneumocócica 13?


Segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), são recomendadas as seguintes doses:
Público Total de doses                          

Recomendação

Recém-nascidos

4

Aplicar a 1ª dose da vacina VPC13 quando o bebê estiver com 2 meses e a 2ª aos 4 meses. Já a 3ª deve ocorrer quando a criança completar 6 meses de vida. 

Uma única dose de reforço deve ser aplicada quando ela estiver com idade entre 12 e 15 meses.

Crianças que não foram vacinadas e têm entre 1 e 2 anos

2

O intervalo entre a 1ª e a 2ª dose deve ser de 2 meses.

Crianças que não foram vacinadas e têm entre 2 e 5 anos

1

Caso essa criança tenha alguma doença crônica, pode ser necessário aplicar – além da VPC13 – a vacina pneumocócica 23 (VPP23).

Pessoas com mais de 6 anos, adolescentes e adultos portadores de doença crônica (que ainda não foram vacinados ou têm uma justificativa para a imunização)

1

Em alguns casos, pode-se exigir a aplicação de 2 doses com o intervalo de 2 meses entre elas. Também pode ser necessário complementar o esquema vacinal com a VPP23.

Idosos com mais de 60 anos

O esquema vacinal de rotina é feito com doses de VPC13 e VPP23. Saiba mais informações no post sobre vacina para idosos.


Quem não deve tomar a Vacina Pneumocócica 13 (VPC13)? 


A vacina pneumocócica 13 não deve ser aplicada em quem teve alguma reação alérgica grave – com risco de morte (anafilaxia) – após utilizar algum componente desse imunizante. Ela não deve ser aplicada nas pessoas que tomaram alguma dose da própria VPC13 anteriormente e tenham apresentado reação grave.

A imagem mostra uma ilustração com os componentes da vacina pneumocócica 13 (VPC 13) que são: 13 sorotipos do Streptococcus pneumoniae (pneumococo) conjugados com a proteína CRM197; Sais de alumínio; Cloreto de sódio; Ácido succínico; Polissorbato 80; Água para injeção.


Existe alguma reação adversa à vacina?


Assim como qualquer outro imunizante ou medicação, a VPC13 também pode causar reações que vão de comuns a raras. Veja quais são na tabela abaixo: 

A imagem mostra uma tabela com as principais reações da vacina pneumocócica 13: Tipos de reações Sinais e sintomas Muito comuns Perda de apetite, irritabilidade, sonolência, sono agitado, febre, dor, vermelhidão e inchaço no local da injeção (incluindo dificuldade de movimento). Comuns Dor de cabeça, diarreia, vômitos, erupção cutânea semelhante à urticária, febre acima de 39°C e endurecimento no local da injeção. Incomuns Choro, convulsões (incluindo convulsões febris), reação alérgica de pele importante, endurecimento/inchaço ou vermelhidão no local da vacinação maior que 7,0 cm, aumento ou surgimento de gânglios próximos à região do local da vacinação (linfadenopatia). Raras Reação de hipersensibilidade, incluindo inchaço facial, falta de ar, broncoespasmo, episódio hipotônico-hiporresponsivo (fraqueza generalizada).


Onde encontrar a Vacina Pneumocócica 13 (VPC13)?


A vacina pneumocócica 13 (VPC13) está disponível na rede privada de saúde e no Centro de Referências para Imunobiológicos Especiais (CRIE), para grupos especiais, como indivíduos com doenças oncológicas, HIV e transplantados. 

Esqueça a ideia de enfrentar filas: aplique a VPC13 no conforto da sua casa! 


A nossa equipe vai até a sua casa para aplicá-la. Com a Beep Saúde, você pode escolher um horário, de domingo a domingo (incluindo feriados), para marcar a nossa visita. A melhor parte é que você não paga taxa domiciliar! Aproveita e #FazUmBeep! 💚