Você sabia que alguns sintomas semelhantes a outras doenças – como febre, tosse, coriza e sinais parecidos com a Covid-19, a gripe (Influenza) e o resfriado – podem ser causados pela infecção pelo vírus sincicial respiratório (VSR), que é muito comum em crianças de até 2 anos? Quer saber mais detalhes? Leia o nosso post completo! 

Bebê assoando o nariz em um papel segurado pela mãe, esses sintomas são característicos da infecção pelo vírus sincicial respiratório (VSR)


O que é o vírus sincicial respiratório (VSR)?


O vírus sincicial respiratório (VSR) é um agente infeccioso que pode atingir as vias respiratórias e, principalmente, os pulmões e os brônquios. Algumas das doenças altamente contagiosas que esse vírus pode causar são a bronquiolite aguda e a pneumonia, muito comuns em crianças de até 2 anos. 
A boa notícia é que essa infecção não costuma evoluir para casos graves. A porcentagem de crianças que não fazem parte do grupo de risco e, em situações mais preocupantes, precisam de internação é menor que 2%. Além disso, a taxa de óbitos é muito baixa. 

Mas, afinal, o que é bronquiolite e pneumonia? 


Dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) mostram que o VSR é responsável por 40% das pneumonias e 75% das bronquiolites agudas durante os períodos de sazonalidade (inverno e início da primavera). Agora, o que são essas doenças? Entenda no resumo abaixo.
A bronquiolite aguda é uma inflamação nos bronquíolos, estruturas que têm tamanho quase microscópico e que ficam localizadas dentro do pulmão. É uma enfermidade comum, principalmente em crianças de até 2 anos. Já a pneumonia é uma infecção que atinge os pulmões

Quem pode ser infectado pelo VSR?


Pessoas de todas as idades podem ser infectadas pelo vírus sincicial respiratório (VSR), mas ele é mais comum em crianças de até 2 anos. 

Quem pode apresentar os sintomas mais graves das infecções por VSR? 


As pessoas que podem ter os sinais e sintomas graves das infecções causadas pelo VSR são bebês prematuros e crianças:
  • Com problemas cardíacos (cardiopatia);
  • Com Doença Pulmonar Crônica da Prematuridade (DPCP);
  • Menores de 6 meses.

Existe algum período em que é mais comum a transmissão do VSR?


É muito comum que as infecções causadas pelo vírus sincicial respiratório (VSR) ocorram com mais frequência durante o inverno e o início da primavera.

Quais são as formas de transmissão do vírus sincicial respiratório (VSR)?


A transmissão do vírus sincicial respiratório pode ocorrer durante eliminação de secreções durante a fala, tosse ou espirro de uma pessoa infectada. Tocar em superfícies e objetos contaminados com esse agente infeccioso e depois levar a mão aos olhos, nariz ou boca também é outra maneira de se infectar.

Qual é o período de transmissão do vírus sincicial respiratório (VSR)?


Uma pessoa com o vírus sincicial respiratório pode começar a passá-lo para outros indivíduos 2 dias antes de surgirem os sintomas. A interrupção da transmissão só ocorre quando a infecção está controlada.

Qual é o período de incubação do VSR? 


O tempo de incubação do VSR é, em média, de 5 dias. 


Quais são os sintomas do vírus sincicial respiratório?


Os sintomas mais comuns das doenças causadas pelo vírus sincicial respiratório são: 
  • Dor de cabeça e na garganta; 
  • Febre com temperatura baixa; 
  • Espirro; 
  • Secreção no nariz; 
  • Tosse seca. 

Entretanto, algumas pessoas infectadas com o VSR podem ser assintomáticas. 

Sinais e sintomas graves das infecções por VSR 


Em alguns casos, a infecção por VSR pode evoluir para quadros mais graves e atingir os alvéolos, os bronquíolos e os pulmões. Quando chegam a esse estágio, podem causar sintomas que merecem um pouco mais de atenção. Fique atento(a) aos seguintes sinais: 
  • Asas do nariz com batimento muito rápido causado pela obstrução das vias aéreas (chamado de adejo nasal);
  • Chiado no peito;
  • Febre com temperatura alta;
  • Perda de apetite;
  • Tosse em excesso; 
  • Unhas e lábios em uma cor arroxeada, entre outros. 

Como diagnosticar a infecção causada pelo VSR? 


Ao apresentar algum sintoma — seja leve ou grave —, o mais recomendado é procurar um médico da sua confiança. Ele vai prescrever os exames necessários e dar início ao tratamento mais adequado.

Quais exames podem ajudar a detectar a infecção por VSR? 


O médico pode pedir que o paciente faça exames para verificar se há a presença do VSR ou de anticorpos desse vírus em seu corpo. Alguns exames que podem ser solicitados são: coleta de sangue, radiografia do tórax e coleta de secreção do nariz e da garganta. 
Um exame que pode ser pedido pelo médico é o Painel 4 vírus respiratórios. Ele detecta se a pessoa está infectada com:
  • SARS-CoV-2: causador da Covid-19;
  • Influenza A e B: causador da gripe (Influenza);
  • Vírus Sincicial Respiratório (VSR): causador da pneumonia e da bronquiolite. 

Veja o vídeo da nossa coordenadora médica, Dra. Cristiana Meirelles, e entenda mais sobre esse tipo de diagnóstico:

Como tratar o vírus sincicial respiratório (VSR)?


O tratamento das doenças causadas pelo VSR é feito com remédios para aliviar os sintomas, hidratação e repouso. Recomenda-se também ficar em locais com ar umidificado. 
Caso a pessoa esteja com uma grave insuficiência respiratória, o recomendado é fazer a internação para ela receber uma medicação específica, ter acesso à ventilação mecânica, se houver indicação, e ter outros tratamentos adequados.

É possível ser infectado pelo VSR mais de uma vez? 


Sim, a pessoa pode ser infectada novamente, mas apresentar sinais e sintomas com menor gravidade.

Como prevenir a infecção pelo vírus sincicial respiratório (VSR)? 


As medidas de proteção para não se infectar com o vírus sincicial respiratório (VSR) são bem parecidas com o que é recomendado para evitar doenças como a gripe e a Covid-19. Veja algumas delas: 
  • Lave sempre as mãos com água e sabão ou utilize álcool em gel;
  • Desinfecte objetos e superfícies que possam estar contaminados com o VSR;
  • Prefira não ficar em lugares fechados e cheios de gente;
  • Fique longe de pessoas que possam estar com os sintomas das infecções causadas pelo VSR.

Como fazer a prevenção de infecção por VSR em crianças de até 2 anos? 


Existe uma medicação que se chama palivizumabe, comumente indicada para crianças de até 2 anos com risco de terem sintomas graves da infecção causada pelo VSR. Ela é uma imunoglobulina: uma espécie de anticorpo “pronto” que induz a proteção contra casos graves das doenças causadas por esse agente infeccioso.

  • Neste post do blog sobre o palivizumabe, você vai saber tudo sobre a quantidade de doses e muito mais. 


Exames e aplicação do palivizumabe no conforto de casa! 


Chega de sair de casa para fazer exames! Quem escolhe a Beep Saúde pode contar com uma equipe especializada para fazer a detecção do vírus sincicial respiratório (VSR) com o Painel 4 Vírus Respiratórios. Além disso, os nossos profissionais estão preparados para aplicar o palivizumabe em crianças com risco de doenças graves causadas pelo VSR. 
Chame a Beep Saúde e aguarde a nossa visita no conforto de casa! Atendimento de domingo a domingo, inclusive em feriados, e você não paga nenhuma taxa domiciliar. #FazUmBeep. 💚 
Clique aqui e baixe o app da Beep Saúde