Neste artigo, você entenderá como fazer exame de ureia e para que serve. Confira!


O que é a ureia?


Ureia é uma substância produzida pelo fígado que permite analisar o funcionamento não só do fígado, como também principalmente dos rins. O exame de ureia serve para avaliar e monitorar a saúde destes órgãos.
Mão com luva segurando uma ampola de sangue com amostra para o exame de ureia
Essa substância é resultado do nosso metabolismo reagindo às proteínas ingeridas na alimentação. A ureia circula pelo nosso sangue, é filtrada pelos rins e então é eliminada por meio da urina. Quando os rins não estão funcionando regularmente, a ureia se acumula no sangue e não é devidamente eliminada.

Para que serve o exame de ureia?


O exame de ureia serve para analisar o nível de ureia no sangue e identificar como anda a funcionalidade do fígado e dos rins. Quando há problemas nesses órgãos, a quantidade de ureia tende a elevar, se tornando tóxica para o organismo.
Este exame geralmente é solicitado junto ao exame de creatinina para uma melhor investigação do organismo e de possíveis doenças renais ou hepáticas. A avaliação da uréia em conjunto com a creatinina são denominadas de função renal.

Veja também: para que serve exame de creatinina


Sinais de doença renal


Segundo a Soperj, a doença renal crônica (DRC) acomete 8 a 18% da população mundial, sendo 2% destes em estágio terminal, necessitando de terapia renal substitutiva ou transplante. 
Muitas vezes somente com o exame de uréia e/ou creatinina que consegue-se perceber que há problemas renais, já que muitos casos de insuficiência renal podem ser assintomáticos. Assim são indicados frequentemente como rotinas de exames periódicos. 
É muito importante identificar os pacientes de risco desde o início. Alguns dos sinais são:
  • Fadiga;
  • Perda de apetite;
  • Inchaço no rosto, pulsos, tornozelos ou abdômen;
  • Dor na região lombar e próximo aos rins;
  • Alteração no volume e frequência urinária;
  • Aumento da pressão arterial.

A Sociedade Brasileira de Pediatria alerta quais são alguns dos fatores de risco para progressão de doenças renais. São eles: 
  • Hipertensão arterial; 
  • Proteinúria;
  • Obesidade.

Sinais de doença hepática


Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que aproximadamente 30% da população apresenta problemas de esteatose hepática, ou seja, gordura no fígado. Alguns dos sinais são:  
  • Falta de apetite e perda de peso;
  • Depressão;
  • Icterícia (coloração amarelada das gengivas, olhos e até a pele);
  • Aumento do consumo de água;
  • Escurecimento da urina.

Como fazer o exame de ureia?


O exame é realizado por meio de coleta da amostra de sangue, que será enviado ao laboratório para análise. Normalmente não costuma ser necessário nenhum tipo de jejum ou outro tipo de preparo. 

Valores de referência


Os valores variam de acordo com cada laboratório. Em média são:  
  • Crianças de até 1 ano: entre 9 e 40 mg/dL;
  • Crianças maiores de 1 ano: entre 11 e 38 mg/dL;
  • Adultos: entre 13 e 43 mg/dL.

Nível da ureia está alto. O que significa?


Quando os níveis da ureia estão altos pode ser um sinal de que o fígado ou rins não estão funcionando bem. Existem algumas condições que podem impulsionar o aumento da ureia no sangue. São elas:  
  • Insuficiência renal;
  • Diminuição do fluxo de sangue para os rins;
  • Desidratação;
  • Uso de corticoides;
  • Alimentação concentrada em proteínas. 

Existe um grupo de risco para a ureia alta?


Alguns grupos podem estar mais propensos a ter o nível elevado de ureia no sangue. Algumas dessas condições são:  
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Pessoas com idade superior a 50 anos;
  • Anemia;
  • Doenças cardíacas;
  • Infecção urinária;
  • Obesidade.

E quando a ureia está baixa, o que pode ser?


Quando o nível da ureia está abaixo do normal, pode ser sinal de:
  • Falta de proteína no organismo;
  • Desnutrição;
  • Gravidez.

Por que fazer o exame de ureia?


Este exame costuma ser muito solicitado a pacientes diabéticos ou hipertensos para poder acompanhar o nível da ureia no sangue, pois ajuda a evitar a progressão de doenças renais. Além disso, pessoas já portadoras de doença renal devem fazer o exame com regularidade para acompanhar o andamento da doença e avaliar o avanço do tratamento. 

Importante:


Você pode tirar suas dúvidas, fazer os agendamentos dos exames e vacinas desejados diretamente no aplicativo da Beep Saúde. É só clicar aqui para baixar! 
Ah, aproveite para seguir a gente nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook. Também temos vagas para entrar na #OndaVerde em nosso LinkedIn. Vai lá! 🙂
Se você já precisou fazer exame de ureia, compartilhe sua experiência com a gente! Assim, você vai ajudar outras pessoas que procuram por mais informações. 
Fontes:
Rede Dor São Luiz | Ministério da Saúde | Sociedade Brasileira de Nefrologia