Dor de cabeça, rigidez no pescoço (rigidez de nuca), febre, náusea e vômito: esses são apenas alguns dos sintomas da meningite. A boa notícia é que alguns tipos dessa doença podem ser prevenidos de uma maneira bem simples. Hoje, nós vamos falar sobre a vacina Meningocócica B que é inativada e utilizada para a prevenção da meningite meningocócica tipo B e de algumas outras enfermidades. 

menina virada de costas e com trança no cabelo levanta o braço com um curativo após tomar a vacina meningocócica B


O que é vacina inativada?


A vacina inativada utiliza o vírus ou bactéria em uma das três formas: alterado, morto ou em partículas pequenas. Porém, não se preocupe: o imunizante não causa a doença. 
O que pode acontecer é o sistema imunológico achar que esse agente infeccioso que está na vacina vai causar problemas para o organismo. Então, ele se prepara para produzir anticorpos para combater essa “infecção”. 
Alguns exemplos de vacina inativadas são: Meningocócica ACWY, Tríplice Bacteriana, entre outras. 


Para que serve a Vacina Meningocócica B?


Todo tipo de vacina busca proteger as pessoas contra a doença ou contra o agravamento dela. No caso da meningocócica B, ela é uma ótima forma de prevenção contra a meningite (inflamação das membranas que revestem o cérebro) e também contra outras infecções que podem ser ocasionadas pela bactéria Neisseria meningitidis (meningococo) do tipo B.
Essa bactéria é uma das mais prevalentes no Brasil e ocasiona as meningites bacterianas, o que reforça ainda mais a importância da vacinação das crianças e também dos adultos que não se imunizaram na infância. 


Como a Meningocócica B é aplicada? 


A vacina meningocócica B é aplicada de maneira intramuscular. Entenda melhor o que isso significa no infográfico abaixo: 

ilustração que mostra a vacina meningocócica B entrando na pele em um ângulo de 90 graus. A agulha ultrapassa respectivamente: a epiderme, veia, derme, tecido subcutâneo até chegar no músculo.


Consigo achar a Meningocócica B nos postos de saúde? 


Quem quer tomar a vacina meningocócica B não vai conseguir encontrá-la nos postos da rede pública de saúde, porque ela não é disponibilizada pelo SUS. Então, será preciso comprá-la em empresas da rede privada. 

Qual é a indicação da vacina Meningocócica B?


A vacina meningocócica B é indicada para um grupo bem amplo. Desde bebês até adultos de 50 anos saudáveis podem tomá-la. A vacina também deve ser tomada por pessoas com algum tipo de imunidade baixa, como portadores de HIV, pessoas com asplenia anatômica e funcional (problemas no baço) ou quem possui outras doenças que aumentam o risco para meningite e infecções causadas pelo meningococo b.
Por último, a vacina é recomendada para pessoas com viagem marcada para locais com risco de desenvolvimento da doença meningocócica. Apesar de ela ser vista no mundo todo, alguns países da África e da Ásia são considerados de maior risco.

Existe alguma contraindicação da Vacina Meningocócica B?


A única contraindicação para a aplicação da vacina meningocócica B é para quem já teve uma reação alérgica grave, com alto risco de morte (anafilaxia), depois de ter contato com algum dos ingredientes (componentes) do imunizante. Veja todos: 
Componentes da Vacina Meningocócica B
  • Água;
  • Cloreto de sódio;
  • Hidróxido de alumínio;
  • Histidina;
  • 4 proteínas subcapsulares da membrana externa da bactéria meningococo B;
  • Sacarose.

Ela também não é indicada para quem tomou uma dose da meningocócica B e teve anafilaxia.

Pode tomar meningo B e ACWY juntas?


Não há nenhum problema em aplicar a meningocócica B e a ACWY juntas. 

Quais são as reações adversas da vacina?


Veja na tabela abaixo quais reações que a vacina meningocócica B pode causar:
Tabela com as possíveis reações adversas da Vacina Meningocócica B: Muito comuns - Dor, vermelhidão, inchaço, endurecimento e sensibilidade no local da injeção, dor nas articulações, dor muscular, sonolência, irritabilidade, choro incomum, náusea, vômito, diarreia, dor de cabeça, indisposição. Comuns: Erupções cutâneas (principalmente em bebês e crianças de 2 a 10 anos de idade). Incomuns: Febre alta (maior ou igual a 40°C), convulsões (incluindo convulsão febril), pele seca, palidez (rara após a dose de reforço). Raras: Doença de Kawasaki, que pode incluir sintomas como febre, que dura mais de cinco dias, associada à erupção cutânea no tronco e, às vezes, seguida por descamação da pele das mãos e dedos, gânglios inchados no pescoço (linfadenopatia), olhos, lábios, garganta e língua com vermelhidão, erupção cutânea com coceira.

Aplique a Vacina Meningocócica B no conforto da sua casa! 


Sair de casa para tomar as vacinas ficou no passado! Com a Beep, você não precisa enfrentar filas para se vacinar contra a meningite e pode agendar um horário até nos finais de semana. 😁 Nosso atendimento é feito de domingo a domingo e você não paga nenhuma taxa domiciliar. Agende uma visita pelo nosso aplicativo! 


Médico responde


Qual vacina dar: meningo B ou ACWY?


Ambas as vacinas são muito importantes. O meningococo, que tem o nome científico de Neisseria meningitidis, é classificado em vários tipos, sendo eles: A, B, C, W e Y. Todos esses causam meningite ou outras doenças meningocócicas, como a meningococcemia, que é uma doença muito grave. 
Atualmente, o meningococo de qualquer tipo é a principal bactéria causadora de meningite bacteriana. No Brasil, os principais tipos de meningococo são o C, B, W e Y. Por isso, as duas vacinas têm grande importância. A meningocócica B irá proteger contra o meningococo B e a vacina meningocócica ACWY irá proteger contra os meningococos A, C, W e Y.