Está pensando em fazer uma avaliação para saber como está a sua saúde? Os exames laboratoriais de rotina são uma excelente maneira de verificar se há alguma doença. Saiba mais informações no nosso post!
Profissional fazendo a análise de um exame laboratorial de rotina

O que são os exames laboratoriais de rotina? 


São exames clínicos prescritos pelos médicos para avaliar como está o seu estado de saúde. Eles servem para fazer o diagnóstico de doenças, principalmente, de forma precoce. 

Qual médico pode prescrever esses exames?


Os exames laboratoriais de rotina podem ser prescritos por um clínico geral ou outro médico que já faz o acompanhamento da pessoa.

Existe alguma frequência para fazer esses exames? 


A frequência pode variar conforme o estado de saúde do paciente e o seu histórico de doenças. 

Quais os exames mais pedidos?


Os exames laboratoriais de sangue mais pedidos vão desde a análise da Creatinina até TSH. Confira alguns deles:
1. Creatinina e ureia:
O exame de creatinina serve para investigar se existe alguma insuficiência renal. É muito importante fazer esse exame, porque uma das principais funções dos rins é fazer a filtração do sangue e eliminar as substâncias tóxicas do nosso corpo. Se não houvesse esse filtro renal, a sobrevivência seria inviável em pouco tempo. 
Já o exame de ureia serve para avaliar e monitorar a saúde não só do fígado (onde é produzido) como também dos rins. 
2. Colesterol total
Faz a avaliação do colesterol bom (HDL) e do colesterol ruim (LDL e VLDL). Leia mais sobre o assunto no post: exame de Colesterol e Triglicerídeos.
3. Glicemia em jejum ou exame de glicemia: 
Avalia as taxas de açúcar no sangue e identifica possível quadro de diabetes, hiperglicemia ou hipoglicemia. Saiba a diferença entre eles: 
  • Diabetes: ocorre quando o organismo ataca as células do pâncreas eliminando a insulina produzida pelo órgão. Como consequência, o corpo começa a acumular glicose no sangue. 
  • Hiperglicemia: quando ocorre o excesso de açúcar no sangue, sem ser diabetes necessariamente; 
  • Hipoglicemia: é quando falta açúcar no sangue.



4. Hemograma: 
O exame de hemograma completo pode ser considerado o “real” exame de sangue, pois ele checa as células sanguíneas e verifica se elas estão dentro da normalidade. Ele pode ser solicitado como exame de rotina ou para investigar possíveis doenças, como: anemias, câncer, infecções, etc. 

5. PCR (proteína C reativa): 
A proteína C reativa (PCR) é fabricada no fígado. Quando há um processo inflamatório acontecendo no corpo da pessoa, a concentração sanguínea da PCR aumenta radicalmente. Logo, esse exame ajuda a detectar a presença de uma infecção de forma precoce, mas não diz qual é a sua origem, tipo e nem em qual órgão se encontra.
Para saber qual é a origem da infecção, é preciso verificar o histórico clínico do paciente e quais são os sintomas apresentados. Além disso, o médico pode prescrever exames complementares, como:
  • Análise da urina;
  • Radiografia de tórax;
  • Ultrassonografia, entre outros.

6. Triglicerídeos:
O exame de triglicerídeos verifica os níveis de gorduras, originárias da alimentação e também da produção do nosso próprio corpo, presentes no organismo. Caso elas estejam em excesso no sangue, podem representar um grande fator de risco para desenvolver doenças cardiovasculares. 

7. TSH: 
É um teste inicial que serve para investigar problemas na tireoide, uma glândula extremamente importante que regula a função de órgãos essenciais, como: coração, cérebro, fígado e rins. Logo, o exame de TSH, junto a análise dos valores dos hormônios da tireoide, é capaz de suspeitar de doenças tireoidianas, como:
  • Hipertireoidismo: ocorre quando a tireoide produz mais hormônios do que o necessário. Se não for tratado, pode levar – em casos mais graves – a problemas que envolvem o coração (batimentos cardíacos acelerados e irregulares, insuficiência cardíaca) e os ossos (osteoporose).
  • Hipotireoidismo: ocorre quando a glândula tireoide produz uma quantidade de hormônios inferior às necessidades do organismo. Como consequência, as funções do corpo começam a desacelerar.
  • Tireoidite de Hashimoto: ocorre quando o corpo produz anticorpos contra as células da tireoide. Esses anticorpos provocam a destruição ou a redução da atividade desta glândula, levando ao hipotireoidismo. 
  • Nódulo na tireoide benigno ou maligno: popularmente chamados de “caroços”, podem corresponder a cistos com conteúdo líquido ou massas de tecidos tireoidianos.  

Outros tipos de exames de rotina mais solicitados: 


É comum os médicos prescreverem também exames como: oftalmológicos, raio-X do tórax, ultrassonografia abdominal, eco e eletrocardiograma. Além disso, podem solicitar: 
  • Exame de urina:

Também chamado de EAS (Elementos Anormais do Sedimento), o exame de urina verifica doenças do trato urinário, como: infecções, pedras nos rins e insuficiência renal. 
  • Exame de fezes:

O exame de fezes serve para investigar e detectar problemas no sistema digestivo, como: parasitoses e identificação de outros agentes infecciosos. 

Quais são os exames de rotina femininos?


É muito importante que as mulheres também consultem ginecologistas com regularidade e façam exames para verificar se há cisto, infecção ou outra alteração no aparelho reprodutivo. Conheça alguns: 
  • Colposcopia;
  • Papanicolau;
  • Vulvoscopia;
  • Ultrassonografia de mamas e transvaginal.


Quais são os exames de rotina masculinos? 


É indicado que homens com mais de 40 anos façam exames específicos, tais como: ultrassonografia de próstata e dosagem do hormônio PSA (que investiga sinais de tumor na próstata).

Onde fazer esses exames de rotina?


Você pode fazer exame de sangue, urina e fezes aqui na Beep, pelo plano e no conforto da sua casa. Atendemos de domingo a domingo e você não paga nada de taxa domiciliar. Baixe o nosso app e agende uma visita agora mesmo!

O médico responde: 


Quais os exames de sangue mais importantes?


Os exames de sangue mais importantes são aqueles individualizados a cada paciente baseado nas suas necessidades e queixas, além do seu histórico familiar.

Qual é o exame de sangue mais completo?


Os exames de sangue mais completos são aqueles que englobam todos os órgãos do paciente, ou seja, que são solicitados para ter um panorama da saúde do paciente como um todo. Por exemplo, solicitar exames que avaliam o sangue e a função renal, hepática, cardíaca, etc.

Quais são os exames básicos de sangue?


Pode-se dizer que o hemograma, colesterol e a glicemia são exames básicos e extremamente importantes. Eles deveriam ser feitos de forma regular por todas as pessoas.

Como fazer um pedido de exame de sangue completo?


O paciente deverá procurar um médico de sua confiança para que, baseado nas necessidades individuais, sejam solicitados os exames que o médico julgue importante para a pessoa naquele momento.

Importante:


Você pode tirar suas dúvidas e fazer o agendamento dos seus exames laboratoriais e vacinas diretamente no aplicativo da Beep Saúde. É só clicar aqui para baixar!
Ah, aproveite para seguir a gente nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook. Também temos vagas para entrar na #OndaVerde em nosso LinkedIn. Vai lá! 🙂
Agora se você já fez exames laboratoriais de rotina com a Beep, compartilhe a sua experiência! Assim, você vai contribuir para ajudar outras pessoas que procuram por mais informações.

Fontes:


MD Saúde | Beep Saúde |